Sociedade

Ondas de calor vão ser mais prolongadas e termómetros podem chegar aos 43ºC

Noites também vão ser mais quentes do que o normal

Não é novidade que as mudanças repentinas de tempo têm marcado os últimos meses. Ora um dia os termómetros descem até aos 20ºC e a chuva regressa, ora no dia seguinte os termómetros sobem até aos 30ºC e o sol brilha. No entanto, esta realidade vai continuar e os especialistas estimam que as ondas de calor na Península Ibérica sejam mais prolongadas, estimando que os termómetros cheguem aos 43ºC durante vários dias seguidos. 

O site Accuweather – um site que faz previsões meteorológicas a nível mundial – revelou em comunicado que “mesmo quando as ondas de calor passarem, as temperaturas vão manter-se perto ou mesmo acima do normal, para pouco tempos depois subirem para níveis novamente perigosos”. 

Quanto às noites, o site também alerta, que estas vão ser mais quentes do que o normal. E deixa o aviso: “O ar condicionado não terá possibilidade de fazer baixar as temperaturas das casas para o calor que se irá fazer sentir no dia seguinte”. 

As previsões indicam que o calor extremo deverá atingir a Península Ibérica já no próximo mês, fazendo com que o risco de incêndio aumente e que essa ameaça se estenderá "até ao outono, com o clima a manter-se seco e quente durante mais algum tempo”.