Internacional

Eleições europeias arrancam na Holanda e Reino Unido

As votações para eleger os deputados do Parlamento Europeu (PE) começaram, esta quinta-feira, na Holanda e no Reino Unido. Estes são os primeiros países a abrir as urnas, seguem-se depois a Irlanda e a República Checa na sexta-feira.

As urnas no Reino Unido abriram às 07h00, meia hora mais tarde do que na Holanda. Enquanto o Brexit não se realiza, os britânicos pretendem eleger 73 eurodeputados e o PE manterá os 751 lugares atuais.

Mas em caso da saída dos britânicos, o Parlamento Europeu passará a ter 705 eurodeputados, com parte dos 73 lugares correspondentes ao Reino Unido a serem entregues e distribuídos pelos outros Estados-membros e com os restantes lugares a serem reservados para um futuro alargamento.

A Holanda, por sua vez, está a ser observada com atenção pela Europa, visto que o partido Fórum pela Democracia (FVD), eurocético e anti-imigração, lidera as sondagens no país.

De acordo com a agencia Lusa, está previsto que cerca de 360 milhões de cidadãos europeus votem até 26 de maio para escolher os seus representantes no PE. Países como a Letónia, Malta e Eslováquia votam a partir de sábado. Portugal e os restantes Estados-membros abrem votações apenas no domingo.