Desporto

Alex Telles cumpre promessa e homenageia FC Porto

"Quando visitei pela primeira vez o Museu FC Porto e vi a camisola do Hulk, motivou-me e deixou-me com um sentimento de objetivo a cumprir"

Alex Telles cumpriu esta quinta-feira uma promessa que havia feito a si próprio. O futebolista entregou a Pinto da Costa a camisola com que se estreou pela seleção do Brasil e que agora tem como destino o Museu do FC Porto.

"Era algo que eu já tinha prometido a mim mesmo. Se chegasse à seleção brasileira enquanto jogador do FC Porto, era o mínimo que podia fazer. Queria dar a minha primeira camisola da seleção brasileira ao clube, por me ter ajudado na minha carreira para alcançar este feito tão especial na minha carreira e por me ter estreado no Estádio do Dragão", começou por dizer o futebolista em declarações ao Porto Canal.

"O FC Porto sempre me proporcionou muitas alegrias, por isso estou grato para com o clube. O presidente sempre foi uma pessoa muito correta comigo, sempre me passou muita confiança. Sinto-me realizado por estar aqui, a dar esta pequena prenda ao clube, por tudo o que o presidente, a equipa técnica, o mister e toda a equipa fizeram para podermos lutar por todos os nossos objetivos", acrescentou.

O lateral-esquerdo contou ainda que tinha como objetivo “plantar uma semente” na história do FC Porto desde a sua chegada.

"Poder plantar uma pequena semente na história do clube era um objetivo que tinha desde que cheguei ao FC Porto. Deixo uma lembrança de um atleta que sempre procurou o melhor para o clube. É um sentimento muito bom. Fico muito feliz por estar a entregar esta lembrança com a presença dos meus pais. Eles já visitaram o Museu FC Porto algumas vezes e certamente estão muito contentes a ver o filho a deixar uma lembrança para ficar eternamente na história do clube", disse.

Alex Telles terminou referindo que queria seguir o exemplo de Hulk.

"Quando visitei pela primeira vez o Museu FC Porto e vi a camisola do Hulk, motivou-me e deixou-me com um sentimento de objetivo a cumprir. Sabia que estava a chegar a um grande clube e que poderia chegar à seleção brasileira como jogador do FC Porto. A partir daí, o objetivo ficou claro e estou muito feliz por poder deixar a minha camisola junto a outras de jogadores que foram e são exemplos a seguir", rematou.