Sociedade

Novas medidas de segurança acabam com os testes do balão de álcool

Nova medida de segurança incorporada pela União Europeia vai proibir condutores de conduzir sob efeito de álcool.

Novas medidas de segurança acabam com os testes do balão de álcool

A partir de 2022, os testes do balão de álcool vão acabar. Isto porque a União Europeia vai incorporar progressivamente novas medidas de segurança obrigatórias nos novos modelos de automóveis.

Graças a estas medidas, que passam por bloquear os veículos aos condutores embriagados, espera-se evitar 25.000 mortes em acidentes rodoviários e 140.000 feridos graves num período de 15 anos, como indica o El País.

Este processo, desenvolvido a partir do Regulamento de Segurança Geral, vai demorar seis anos e será dividido em três fases. A primeira fase vai ser desenvolvida a partir de maio de 2022 e em maio de 2024. As características dos novos modelos de carros serão: limitador de velocidade inteligente, que não deixa o condutor ultrapassar a velocidade permitida por lei; avisos ao detetar casos de sintomas de sonolência; câmara de deteção traseira, dispositivo de paragem de emergência, sistemas de proteção traseira e lateral e um balão incorporado no automóvel de forma a impedir o arranque dos veículos sempre que o condutor se encontre com níveis de álcool de sangue acima do permitido por lei.

Em relação à segunda fase, vai ser realizada em maio de 2024 e maio de 2026, enquanto a terceira fase se foca em camiões e autocarros.

Os comentários estão desactivados.