Internacional

Bolsonaro condenado a pagar indemnização a deputada Maria do Rosário

Bolsonaro foi condenado por danos morais

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foi condenado a pagar 10 mil reais à deputada federal, Maria do Rosário, por danos morais. Em 2014, Bolsonaro disse que a deputada não merecia ser violada por ser muito feia.

“Ela é muito feia, não faz o meu género, jamais a violaria” disse Bolsonaro, que na altura ainda era deputado. As declarações de Bolsonaro geraram bastante polémica e levou mesmo a que a deputada do Partido dos Trabalhadores (PT) apresentasse queixa na justiça.

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) tinha determinado, em 2015, que o valor da indemnização que Bolsonaro teria de pagar à deputada seria 10 mil reais. Contudo Jair Bolsonaro recorreu da decisão. Só agora é que o ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, determinou que a sentença se vai manter.

A juíza Tatiana Dias da Silva Medina, da 18ª Vara Cível de Brasília, impôs que o presidente do Brasil terá de publicar um vídeo de retratação nas redes sociais pelas ofensas à deputada.

Num vídeo postado nas suas redes sociais, Maria do Rosário, disse estar aliviada pela sentença e que “é uma vitória do respeito, da dignidade”. Afirmou também que o valor da indemnização vai ser destinado às entidades que lutam pelos direitos das mulheres.

A assessoria de imprensa do presidente ainda não divulgou nenhum comentário acerca do assunto.