Politica

Extrema-direita ganha terreno no Chipre

A vitória da Aliança Democrática (DISY-EPP) soube a pouco – apesar de ter vencido as eleições, o partido conservador registou uma descida acentuada no número de apoiantes. 

Estes eleitores parecem ter virado mais à direita, com o partido nacionalista ELAM a registar uma grande subida. Mesmo assim, o partido de extrema-direita foi ultrapassado pelo socialista EDEK.

O AKEL, Partido Progressista dos Trabalhadores, solidificou o seu posto enquanto principal força da oposição, registando uma ligeira subida face a 2014. Estas eleições ficaram também marcadas pelo toque oriental, com um aumento dos eleitores da minoria turca do norte do país.