Vida

Perdeu os braços e as pernas depois de ir ao dentista

Só depois de ter saído do coma é que se apercebeu que tinha perdido várias partes do seu corpo

Um homem, do Reino Unido, ficou sem os braços, as pernas e parte da cara depois de ter contraído sépsis – uma condição que aparece quando o corpo reage a uma infeção, atacandos os próprios órgãos.

Em entrevista ao Today, Tom Ray explicou que terá contraído a doença depois de ter ido ao dentista. Na altura, Tom estava a tratar uma infeção pulmonar, quando na consulta foi cortado na gengiva “com um daqueles instrumentos afiados que usam para eliminar o tártaro”. Terá sido aí que Tom apanhou a doença.

Como o estado de saúde se estava a agravar, o homem decidiu ir ao médico. Teve de esperar pelo diagnóstico e o atraso nos resultados das análises não ajudou a resolver a situação em tempo útil. “Na altura em que voltaram e mostraram o diagnóstico de sépsis, já era tarde. A sépsis mata-te em poucas horas”, disse, revelando que ficou em coma.

Só depois de acordar do coma é que se apercebeu que tinha perdido os braços e as pernas e ainda parte da sua cara. Tom teve de voltar a aprender a andar com ajuda de próteses.