Internacional

Barco afunda-se em sete segundos no Danúbio

Sete pessoas morreram. 21 estão desaparecidas desde a última quarta-feira.

O Hableany (Mermaid), um barco de passeio turístico, virou-se e afundou em cerca de sete segundos, no rio Danúbio, em Budapeste. Sete pessoas morreram e 21 estão desaparecidas, desde a noite de quarta-feira.

De acordo com a Sky News, o navio de dois andares estava ancorado perto do edifício do parlamento húngaro e foi atingido por um navio de cruzeiro. O capitão da embarcação, um ucraniano de 64 anos, foi detido e é suspeito de “colocar em perigo a vida dos passageiros, provocando um acidente terrível”, segundo o site oficial do mesmo canal televisivo.

O porta-voz da polícia local, Adrian Pal, avançou que uma investigação criminal está a ser levada a cabo pelas autoridades. Acrescentou também que descobrir cadáveres ou sobreviventes pode “demorar dias”, tendo em conta que reerguer o barco não será uma tarefa fácil.

A MTI, agência noticiosa húngara, explicou que estavam 35 pessoas a bordo da embarcação: dois tripulantes e 33 turistas provenientes da Coreia do Sul, sendo que o mais novo tem seis anos. No entanto, outros meios afirmaram que a viagem estava incluída numa tour pela Europa, organizada pela Very Good Tour agency, e que 30 turistas, dois guias e um fotógrafo estavam no Hableany.

Lee Sang-moo, assistente de comunicação da Very Good Tour, partilhou com a comunicação social que a agência está a “mobilizar todos os recursos para proteger as vidas humanas” e “que não existe informação relativa a problemas técnicos com o barco, pois o mesmo é inspecionado regularmente”.

Cinco barcos e doze veículos de emergência, acompanhados de mergulhadores e militares, foram enviados para a cena do acidente para resgatar o máximo de pessoas possível. As autoridades húngaras ordenaram a paragem de circulação de todas as embarcações que se encontravam no Danúbio ou se dirigiam para lá, na zona central de Budapeste.