Sociedade

Homem agride mãe de 82 anos para lhe roubar dinheiro e joias

O alegado criminoso está sujeito à medida de coação de prisão preventiva e proibição de contactar por qualquer meio a vítima.

Um homem de 65 anos foi detido, no dia 22 de maio, pela suposta prática de crimes de violência doméstica, furto qualificado e posse de arma proibida. Foi apresentado, na mesma data, ao Juiz de Instrução Criminal para primeiro interrogatório judicial.

De acordo com uma nota publicada no site oficial da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL), o arguido “agrediu física e psicologicamente” a mãe, de 82 anos, com quem habitava. Saliente-se que o idoso furtou também dinheiro e joias à progenitora, forçando o acesso a um cofre que esta possuía em casa.

O alegado criminoso está sujeito à medida de coação de prisão preventiva e proibição de contactar por qualquer meio a vítima por se considerar “verificado, em concreto, o perigo de continuação da atividade criminosa e perigo de perturbação do decurso do inquérito”, como se pode ler no site da PGDL.

A investigação está a ser realizada pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa com o auxílio da PSP.