Internacional

Pai esmurra tubarão para salvar a filha

O ataque ocorreu no passado domingo, numa praia na Carolina do Norte, nos Estados Unidos. 

Paige Winter foi salva de um ataque de tubarão pelo pai numa praia na Carolina do Norte, nos Estados Unidos. Charlie esmurrou o animal mais de cinco vezes para o obrigar a largar a jovem de 17 anos. Segundo declarações dadas pelos bombeiros que socorreram Paige à BBC, a adoloscente foi arrastada para dentro de água e sofreu “lacerações profundas nas pernas, pélvis e mãos”.

A avó da vítima utilizou as redes sociais para informar que a sua neta se encontra em recuperação no hospital mas teve que amputar a perna direita, depois de ter perdido a zona superior da perna esquerda. Confessa também que, provavelmente, a jovem irá precisar de um futuro transplante à mão, devido a ter perdido alguns dedos. 

Charlie é bombeiro, fuzileiro e paramédico e em respeito ao seu “serviço pelo país e comunidade” a população iniciou uma acção de recolha de fundos para ajudar Paige. Até ao momento, cerca de 20.400 euros foram amealhados.

Apesar do ataque, apelidado de “infeliz circunstância” pelo hospital, Paige continua a ser “uma defensora inabalável da vida e dos animais marinhos”, pode ler-se no comunicado da instituição de saúde. Marcy Winter, mãe de Paige, disse que a adolescente está "muito atordoada, mas tem contado piadas" no pós-operatório."Ela quer que todos saibam que os tubarões ainda são boas pessoas", declara. 

As autoridades ainda não confirmaram qual a espécie de tubarão envolvida no ataque a Paige.