Sociedade

Seca agravou-se no mês passado

Situação tinha melhorado em abril, mas a falta de chuva durante o mês de maio voltou a piorar a situação.

Depois das chuvas que caíram em abril terem amenizado a situação de seca em Portugal, o mês de maio voltou a agravar a situação.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o mês de maio foi “extremamente seco”.

A percentagem de água presente no solo no mês passado diminuiu, indica o IPMA e, com o calor e a falta de chuva, a seca regressou: 2,5% do país encontra-se em seca extrema, 27,9% em seca severa, 22,4% em seca moderada e 46,1% em seca fraca.