Internacional

Buscas por Madeleine McCann financiadas durante mais um ano

Aproximadamente 12 milhões de libras – o equivalente a 13 milhões de euros – foram gastas, até agora, nas buscas pela criança.

Buscas por Madeleine McCann financiadas durante mais um ano

DR  


O Ministério do Interior britânico anunciou esta quarta-feira que financiará  a investigação ao desaparecimento de Madeleine McCann por mais um ano. Aproximadamente 12 milhões de libras – o equivalente a 13 milhões de euros – foram gastas, até agora, nas buscas pela criança.

Os fundos foram pedidos pela Polícia Metropolitana em março sendo que, em outubro de 2015, a mesma força avançou que “a vasta maioria” do trabalho já havia sido feito e que o número de agentes envolvidos no caso seria reduzido: eram 29, a tempo inteiro, e passaram a ser quatro.

Recorde-se que Maddie, como ficou conhecida, desapareceu do Ocean Club a 3 de maio de 2007, quando se encontrava de férias com os pais e os irmãos gémeos. Onze anos depois, no fim do ano passado, Kate e Gerry McCann pediram que nunca se desistisse de encontrar a sua filha. Um porta-voz do casal avançou que estão “extremamente gratos” pelas novidades.

Sublinhe-se que os pais de Maddie, desaparecida quando tinha apenas quatro anos, têm sido fortemente criticados por terem deixado os filhos sozinhos no apartamento, na medida em que o Ocean Club oferece serviço de creche e de acompanhamento infantil. Mas, quando questionados acerca desta decisão, respondem sempre que o fizeram “porque não queriam deixar os meninos com um estranho”.

No âmbito da investigação, foram recolhidos 1338 depoimentos, feitos pedidos de colaboração a 30 países e investigados 8685 relatos de possíveis avistamentos da menor.

Os comentários estão desactivados.