Internacional

Mais um detido no âmbito da investigação à morte de Lyra McKee

McKee, considerada uma promissora jornalista de investigação, perdeu a vida nos confrontos de Londonderry em abril.

Um homem de 46 anos foi detido, esta quinta-feira, no decurso da investigação à morte da jornalista irlandesa Lyra McKee. Recorde-se que a jovem, de 29 anos, foi baleada mortalmente no passado mês de abril enquanto fazia a cobertura dos tumultos na área de Creggan, em Derry, na Irlanda do Norte.

No início de maio, foram detidos três homens com idades compreendidas entre os 18 e os 51 anos e um adolescente de 15 anos. Agora, outro homem está a ser questionado acerca do homicídio cuja responsabilidade foi assumida pelo New IRA (The Real Irish Republican Army), um grupo dissidente irlandês, paramilitar e que almeja que a Irlanda do Norte se una à República da Irlanda.

De acordo com o The Guardian, as autoridades irlandesas fizeram buscas em propriedades situadas em Northland Road e em Creggan, na manhã de quinta-feira. Variados objetos foram apreendidos e serão analisados detalhadamente. Segundo o detetive Jason Murphy, em declarações ao mesmo jornal inglês, a “investigação policial tem sido extremamente apoiada pela comunidade desde 18 de abril”. Contudo, o superintendente espera que “sejam veiculadas mais informações essenciais”.

O detido é acusado do crime de ataque de terrorismo.