Sociedade

São esperadas “temperaturas altas” no verão, mas sem motivo de alarme

“Temos de nos preparar para um mundo mais complexo"


Jorge Miranda, presidente do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), revelou que são esperadas temperaturas altas no verão, mas que isso não é motivo para alarme.

As temperaturas elevadas são esperadas “pelo menos no continente, mas eu penso que não deverá ser muito diferente nos Açores, porque a situação é de grande escala, em princípio o que apontamos é que apesar de estar prevista uma anomalia positiva de temperatura, ela não tem um valor muito elevado, portanto a nossa expectativa não é uma expectativa de grande dramatismo”, revelou.

De acordo com o presidente do IPMA, hoje em dia é mais do que evidente de que as alterações climáticas são um problema e os danos causados não se resolvem num curto período de tempo.

“Temos de nos preparar para um mundo mais complexo em que os media têm um papel muito importante, porque a informação vai circular às vezes mais depressa paralelamente aos sistemas oficiais e as pessoas têm de ser capazes de compreender o que é que é verdade e o que é que é falso”, adiantou.