Economia

Venda de carros a gasolina e diesel proibida a partir de 2040 em França

Eliminar a exploração e produção de petróleo e gás no país é um dos grandes objetivos

Com o objetivo de alcançar a “neutralidade do carbono” em 2050, foi adotada pelos deputados franceses, na passada quinta-feira, a “Lei da Mobilidade”. A proibição da venda de carros a motores de gasolina ou diesel, a partir de 2040, é uma das medidas tomadas para esse efeito.

A França pretende eliminar qualquer tipo de exploração e produção de petróleo e gás nos seus territórios, refere a agência Reuters. Se conseguir alcançar este objetivo, irá tornar-se no primeiro país a tomar esta medida.

Passar para 50% os 75% atuais de participação da energia nuclear na geração de energia e acabar com a geração de eletricidade a partir do carvão, até 2022, são outras medidas que o governo francês pretende implantar, afirma a agência Reuters.

Como forma de arranjar alternativas mais sustentáveis, a França pretende triplicar o uso da bicicleta. Desta forma, será criado um fundo de 350 milhões de euros, de forma a criar estacionamentos e generalizar o mercado. As empresas poderão cobrir as despesas das viagens de bicicleta e/ou partilha de carros por parte dos seus funcionários, ao pagar até 400 euros por ano. A partir de 2020, a administração central vai pagar 200 euros aos seus trabalhadores.