Sociedade

Autarca de Pedrógão Grande constituído arguido no caso das irregularidades na reconstrução de casas

Decisão foi decretada na quarta-feira

O Tribunal de Coimbra decidiu constituir como arguido o presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande, Valdemar Alves, no caso de reconstrução das casas afetadas pelo incêndio de 2017.

A decisão foi decretada na quarta-feira, avança o Diário de Leiria.

Fonte da Procuradoria-Geral da República revelou à TSF que “existe um inquérito onde se investigam irregularidades relacionadas com a reconstrução e reabilitação dos imóveis afetados pelos incêndios de Pedrógão Grande”. O inquérito já conta com um total de 43 arguidos.

Em causa estão alegadas irregularidades na atribuição de fundos para a reconstrução de casas afetadas pelo incêndio de 2017 – que provocou 66 vítimas mortais, mais de 200 feridos e destruiu mais de 500 casas. O caso surgiu a partir de duas reportagens, uma da Visão e outra da TVI.