Cultura

Past Perfect, de Jorge Jácome, vence grande prémio do Festival de Curtas de Hamburgo

Foi a primeira edição do festival sob a direção de Maike Mia Hoehne, que até aquí dirigia a competição de curtas-metragens do Festival de Cinema de Berlim.

Com “Past Perfect”, o realizador português Jorge Jácome venceu o grande prémio do Festival de Curtas Metragens de Hamburgo, onde já no ano passado o seu filme anterior, “Flores”, tinha sido distinguido com o prémio do público.

Explorando a ideia de melancolia, Past Perfect resulta de uma adaptação da peça de teatro “Antes”, de 2017, de Pedro Penim (Teatro Praga), que tinha como fundo o trabalho de vídeo de Jorge Jácome, que o realizador adaptou agora ao cinema em “Past Perfect”, a sua oitava longa-metragem.

Com um júri composto por Pela del Álamo, realizador e diretor do festival Curtocircuito, Peter Van Hoof, programador do festival de Roterdão, Ana David, programadora do IndieLisboa, a realizadora Jennifer Reeder e Pawel Wieszczecinski, distribuidor da Kinoscope, a 35.ª edição do Kurzfilm Festival Hamburg decorreu já sob a direção de Maike Mia Hoehne, até aqui responsável pela competição de curtas da Berlinale, onde “Past Perfect” estreou mundialmente em fevereiro.

Em maio, na primeira vez que foi exibido em Portugal, “Past Perfect” tinha sido também o vencedor do grande prémio da competição internacional de curtas-metragens do IndieLisboa.