Internacional

Embaixadas proibidas de hastear bandeira gay nos EUA

Bandeiras seriam hasteadas para celebrar o Mês do Orgulho LGBT    

O chefe da diplomacia norte-americana, Mike Pompeo, proibiu as embaixadas de hastear a bandeira homossexual, que marca o Mês do Orgulho Gay, que se assinala este mês.

A decisão foi confirmada esta segunda-feira, pelo departamento de Estado norte-americano.

Apesar de diversas missões diplomáticas dos EUA quererem hastear a bandeira gay, para assinalar este evento, esse feito não poderá acontecer, pois não lhes foi concedida autorização. 

"O secretário de Estado acredita que, quando se trata de um mastro, só a bandeira americana deve poder ser hasteada", afirmou a porta-voz da diplomacia norte-americana, Morgan Ortagus.

O senador democrata Ed Markey protestou contra esta situação, considerando-a “um ataque flagrante contra os direitos” da comunidade LGBT.