Internacional

Assassina da ‘Casa dos Horrores’ é transferida de prisão devido a estado de saúde

Condenada a prisão perpétua em 1995 por dez homicídios, Rose West esteve presa, até há poucos dias, na HMP Low Newton, em Brasside, uma prisão para mulheres e jovens. 

 

Rosemary Pauline West, conhecida por Rose West, é uma das mais conhecidas assassinas do Reino Unido. Condenada a prisão perpétua em 1995 por dez homicídios, esteve presa, até há poucos dias, na HMP Low Newton, em Brasside, uma prisão para mulheres e jovens. West, que cometeu os factos criminosos com o marido Fred – que se suicidou na cadeia, enquanto aguardava o julgamento por 12 homicídios – que a auxiliou a enterrar os cadáveres na habitação partilhada do casal, em Gloucester, torturou e matou dez pessoas: entre elas, Charmaine, a sua enteada de apenas oito anos.

Sublinhe-se que, em 1971, Rose tinha apenas 17 anos e afirmou ter-se “sentido assoberbada” pela responsabilidade de tomar conta de três crianças. A verdade é que a pequena Charmaine reagia às agressões e contava o sucedido à mãe, Catherine Costello. Rose matou as duas e pediu ao marido que as enterrasse no quintal da casa. Shirley Robinson, de visita à 'Casa dos Horrores', foi outra vítima: acabou desmembrada e, o filho que carregava no útero, retirado à força.

A verdade é que nem Heather, a filha de 16 anos, foi poupada: em 1987, após uma vida de violência e negligência, foi pontapeada e desemembrada até morrer. “Se não se portarem bem, vão acabar no pátio como a Heather” dizia Fred de forma jocosa aos filhos quando o comportamento destes não lhe agradava.

Pelo menos nove raparigas perderam a vida, entre 1973 e 1987, no número 25 da Cromwell Street. Em agosto de 1992, Fred West foi detido na sequência da acusação de violação da sua filha de 13 anos e, Rosemary, por crueldade infantil. Agora, a mulher, com 65 anos, foi transferida de Durham para West Yorks por problemas de saúde. De acordo com o Daily Mail, West está com demasiado peso e as escadas do edifício eram um obstáculo, bem como a perda progressiva de visão.

Segundo o The Sun, nos primeiros quatro meses de prisão, em Middlesex, a criminosa atacou quatro mulheres e expôs-se intimamente perante as restantes. É de referir que West foi aconselhada a perder peso para não “morrer brevemente”, sendo que sofre de hipertensão e pode vir a desenvolver diabetes tipo 2.