Sociedade

Detido gerente de empresa em fiscalização da atividade da segurança privada

A PSP monitorizou a atividade de espetáculos de representação artística, a prestação de serviços de receção e a monitorização de sinais de alarme e videovigilância a clientes empresariais e particulares.

Um homem, gerente de uma empresa de segurança privada, foi detido por prestar serviços de gestão e monitorização de alarmes sem o alvará devido. A informação foi avançada num comunicado a que o SOL teve acesso, sendo que a detenção foi realizada no âmbito de “ações coordenadas de fiscalização ao exercício da atividade de segurança privada”.

Estas ações, direcionadas a espetáculos de representação artística e à prestação de serviços de receção e monitorização de sinais de alarme e videovigilância a clientes empresariais e particulares, foram levadas a cabo entre 16 e 18 de junho.

A PSP atuou em diversos distritos sendo que, para além da detenção anteriormente mencionada, o responsável de uma empresa de segurança privada foi também constituído arguido “por empregar pessoa não habilitada ao exercício da atividade”, como se pode concluir no comunicado da força de segurança.

Sublinhe-se que foi elaborado um Auto de Notícia por Contraordenação na medida em que indivíduos realizavam revistas pessoais de prevenção e segurança em espetáculos sem a autorização prévia do Governo. Foi apreendido material informático, tecnológico e documental.