Politica

PS e PSD dispostos a negociar Lei de Bases da Saúde

Os socialistas tentam aliar-se à bancada laranja para obter um acordo no que diz respeito à nova Lei de Bases da Saúde. 

Após a oposição à esquerda, os socialistas tentam aliar-se à bancada laranja para obter um acordo no que diz respeito à nova Lei de Bases da Saúde. A notícia foi avançada pela Rádio Renascença.

Na terça-feira, não se chegou a um entendimento, até porque o braço-de-ferro entre o BE e o Governo dura desde abril, quando os bloquistas apresentaram propostas como o fim das parcerias público-privadas (PPP), enquanto o executivo avançava que não tinha fechado acordos com nenhum partido.

Recorde-se que, caso a nova Lei de Bases da Saúde fosse fechada agora, não existiria qualquer referência à gestão das PPP, possibilidade que o BE rejeita. O motivo? Alegam que seria uma passadeira para a gestão privada dos estabelecimentos do Serviço Nacional da Saúde (SNS).

“Apesar de terem votado sistematicamente contra tudo o que está no nosso projeto, o PS, se objetivamente tem interesse em dialogar, está nas mãos do PS pegar no projeto social-democrata e dizer o que o PS entende propor de alterações ao projeto do PSD”, defendeu Baptista Leite, deputado social-democrata, em declarações ao jornal Público, acrescentando que o partido aguardará pela redação final.

“Neste momento, olhando para o cômputo geral, não nos identificamos com o texto em cima da mesa”, afirmou o autor da obra 'Cidadania para a Saúde', acreditando que resultaria numa “lei omissa, mais fraca e pior que a lei vigente”.