Sociedade

Agentes da PSP vendiam passes gratuitos a 90 euros

Mais de 250 agentes da PSP do Seixal, Setúbal e Almada foram acusados de peculato e falsificação de documentos.

Agentes da PSP vendiam passes gratuitos a 90 euros

Em causa está um esquema de troca de passes de transportes por dinheiro. Isto, porque os passes de transportes são gratuitos para os agentes.

Segundo noticiou esta sexta-feira o Público, os arguidos entregavam as suas requisições – que permitiam carregar os passes de forma gratuita – em guichés dos Transportes Sul do Tejo e em troca recebiam verbas que podiam chegar ao 90 euros.

O presidente do Sindicato Unificado da Polícia, citado pelo Público, confirmou que foram acusadas «perto de 300 pessoas, incluindo oficiais».

Os comentários estão desactivados.