Internacional

Mackenzie Lueck foi ao funeral da avó e nunca mais regressou a casa

O paradeiro da jovem de 23 anos é desconhecido há uma semana.

 

Facebook oficial de Mackenzie Lueck
Instagram oficial de Mackenzie Lueck
Instagram oficial de Mackenzie Lueck

Mackenzie Lueck, de 23 anos, estudante de Enfermagem na Universidade do Utah, nos EUA, está desaparecida há uma semana. Na segunda-feira passada, nas primeiras horas da madrugada, aterrou no aeroporto de Salt Lake City após ter ido ao funeral da avó na Califórnia, sua cidade de origem, segundo a estação televisiva Fox 13. No entanto, a jovem não voltou a dar sinal de vida: um primo da universitária revelou ao canal KSL que Lueck enviou uma mensagem à mãe por volta da 1h e explicou que estava a aguardar um Lyft (uma rede de transportes dos EUA semelhante à Uber).

Ao Gephardt Daily, um jornal online, uma fonte confirmou ter visto a jovem entrar para o veículo anteriormente mencionado. Na sexta-feira, num comunicado enviado aos órgãos de comunicação norte-americanos, a Lyft revelou que o condutor que transportou Mackenzie está a colaborar na investigação policial. “Reconhecemos que isto é extremamente assustador para quem se preocupa com Lueck. A segurança da nossa comunidade é fundamental e pretendemos auxiliar as forças policiais” avançou a companhia que se autodescreve como “o teu amigo com carro, quando precisas de um”.

A Lyft disse ainda que a viagem "não teve irregularidades" e que o condutor continuou a transportar passageiros após deixar a futura enfermeira na morada que ela pediu, em North Salt Lake. Porém, os colegas de casa estranharam que não se tenha dirigido ao apartamento que partilhava com eles a aproximadamente dez minutos de distância. “Ela não veio ver os animais de estimação nem deixar a bagagem. Nem sequer foi trabalhar nem tem o telemóvel ligado. Isto não é nada normal” confessou a amiga Ashley Fine ao Fox 13. Aliás, no domingo passado, uma amiga de Lueck casou-se, na Califórnia, e ela não esteve presente.

As autoridades estão à procura de Lueck mas, segundo o sargento Brandon Shearer, da polícia de Salt Lake City, ainda não intervieram na área de North Salt Lake “porque não há evidências de que Mackenzie tenha ficado lá” e “nada sugere que esteja em perigo a não ser que ninguém ouviu falar dela nos últimos dias”.

“O nosso objetivo primordial é encontrar a Mackenzie e trazê-la para casa. Agradecemos a preocupação, as orações e os esforços incansáveis da polícia e dos membros da comunidade” afirmaram os familiares da desaparecida em comunicado.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Swan song 🦢

A post shared by Kenzie (@kenzielueck) on