Vida

Pai de Beyoncé diz que filha não seria tão famosa caso o seu tom de pele fosse mais escuro

O ativista da comunidade negra afirma que existe, ainda hoje, a ideia de que "quanto mais clara é a a tua pele, mais esperto e rico és" e dá o exemplo da estrela Whitney Houston. "Podemos ver em todas as fotos como a maquilhavam para que ela parecesse menos escura".


O pai de Beyoncé Knowles fez algumas declarações sobre a carreira da sua filha, onde afirma que a cantora nunca teria alcançado tanto sucesso caso o seu tom de pele fosse mais escuro. Durante uma entrevista no no programa The Clay Cane Show, Mathew Knowles diz que apesar da mudança de mentalidades, o racismo continua a ser uma realidade na indústria musical. 

"Neste mundinho ainda há muita segregação. Especialmente por culpa dos que decidem que música pode tocar na rádio. Têm uma ideia muito concreta daquilo em que acreditam e do que é a beleza e aplicam-na aos cantores que apoiam", acusou. 

"Se a minha filha Beyoncé tivesse a pele mais escura, estou convencido de que não teria tido o mesmo sucesso. Olha o que aconteceu com a Kelly Rowland", disse. Rowland cantou ao lado de Beyoncé no grupo, Destiny's Child, um grupo de sucesso nos anos 90 que despoletou Knowles para se estrear a solo. 

A cantora apresenta um tom de pele mais escuro que Beyoncé, o que na opinião de Mathew é um dos motivos para Rowland não ter feito tanto furor como a sua filha. Além da mulher de Jay-Z, Mathew menciona ainda a cantora Rihana, Alicia Keys e Mariah Carey para fundamentar a sua opinião. 

O ativista da comunidade negra afirma que existe, ainda hoje, a ideia de que "quanto mais clara é a a tua pele, mais esperto e rico és" e dá o exemplo da estrela Whitney Houston. "Podemos ver em todas as fotos como a maquilhavam para que ela parecesse menos escura".