LifeStyle

Uma mala que lhe chama um transporte ou a salva de uma situação desconfortável? Já existe

Clique num simples botão e encontre as chaves perdidas

Já imaginou ter uma mala que a pode salvar de um momento constrangedor ou que pode até mesmo chamar-lhe um Uber? Tracey Hummel teve a ideia de juntar a moda com a tecnologia e tornou-a real.

As malas, que são da marca Bee & Kin, ligam-se através de um botão ao bluetooth do seu telemóvel e conectam-se posteriormente a uma aplicação chamada Flic e que vai permitir todas as funcionalidades desta bolsa.

De acordo com a marca, a mala tem luzes que iluminam o seu interior e que ajudam a encontrar um objeto perdido, é possível controlar dispositivos, aplicações e até localizar o telemóvel e outros objetos.

“Desde que era miúda, desenhar as minhas próprias malas era algo que queria fazer. Depois da universidade, entrei no mundo empresarial da moda para perceber melhor como tudo funcionava, antes de criar a minha marca, Bee&Kin", disse Tracey Hummel, citada pela Marie Claire.

Existem cinco estilos diferentes bem como várias cores à escolha. Os modelos podem custar entre os 440 euros e 636 euros.