Economia

ISEG. Crescimento do PIB deverá manter-se nos 1,8%

Estimativa apresentada esta quarta-feira pelo Instituto Superior de Economia e Gestão

Uma estimativa apresentada esta quarta-feira pelo Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) revela que o crescimento homólogo do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre de 2019 deverá "manter-se ao nível" dos 1,8% registados de janeiro a março.

"Os primeiros dados quantitativos relativos ao segundo trimestre sugerem um crescimento estável do consumo privado, um menor crescimento do investimento e um contributo negativo da procura externa líquida. Apesar de reduzida, a informação relativa ao segundo trimestre sugere que o crescimento homólogo do PIB possa manter-se ao nível do registado no primeiro trimestre", refer eo ISEG, em comunicado.

"Tendo em conta o observado no primeiro trimestre em Portugal e na área euro, que correspondeu a uma ligeira aceleração/estabilização do crescimento", o ISEG mantém a previsão para o crescimento do PIB em Portugal entre os 1,6% a 2,0%. No entanto, os fatores por detrás destes valores são diferentes dos inicialmente assumidos: "o investimento está e poderá crescer mais e as exportações menos".

"Esta previsão continua condicionada por uma conjuntura internacional bastante incerta quanto ao crescimento económico europeu e mundial", alerta o ISEG.

Recorde-se que, no final de maio, o Instituto Nacional de Estatística (INE) revelou que o PIB aumentou 1,8% no primeiro trimestre do ano face a igual período do ano, impulsionado pela procura interna, “refletindo uma aceleração significativa do investimento”. Já o crescimento do PIB da área do euro e da União Europeia no primeiro trimestre manteve-se estável em 1,2% e 1,5%, respetivamente.