Economia

Altice Portugal regressa ao sul do país com mais investimento

A operadora e a Câmara Municipal de Olhão assinam hoje o protocolo de desmaterialização do processo letivo. 

A Altice Portugal e a Câmara Municipal de Olhão assinam hoje o protocolo de desmaterialização do processo letivo. O principal objetivo é colocar a tecnologia e inovação ao serviço da população escolar do município de Olhão. 
Desta parceria resulta o fornecimento de 1440 tablets, respetivas capas e licenças de software de segurança e Escola Virtual da Porto Editora para os alunos do 4º ano, 7º ano e 10º ano, com licença de um ano letivo, incluindo formação para professores.

A Altice e a autarquia pretendem com esta iniciativa criar crianças mais preparadas e tecnologicamente mais aptas para os desafios do futuro.

“É com enorme orgulho e é claramente um privilégio regressar ao Algarve para fechar o projeto de desmaterialização do processo letivo com a Câmara Municipal de Olhão. Com o crescimento da era tecnológica, as crianças e jovens de hoje precisam de estar preparados para os desafios do futuro, para a tecnologia do presente e para isso precisam de ter acesso”, disse Alexandre Fonseca, presidente Executivo da Altice, destacando que a Câmara de Olhão marca a diferença com esta iniciativa. 

Os jovens são também o principal foco de António Pina, presidente da Câmara de Olhão. “Queremos proporcionar o melhor aos nossos jovens, para que se possam posicionar nas novas tecnologias, e esta parceria com a Altice Portugal é muito importante”, disse.

Esta ideia não é nova. Em outubro de 2018 foi lançado o desafio a Olhão de ser um municipio-piloto da desmaterialização do processo educativo, quando foi lançada a “primeira pedra” deste projeto com a disponibilização de equipamentos tablets a 4 agrupamentos escolares com recursos digitais LeYa. Aulas digitais que ficaram ao dispor destes jovens, com equipamentos e conteúdos valorizados pelos diferentes agentes de educação no processo de ensino.