Internacional

Trump culpa democratas pela morte de pai e criança na fronteira

Óscar Alberto Martínez Ramírez, de 25 anos, e a filha Valeria, de 21 meses, morreram ao tentar atravessar a fronteira que separa o México dos EUA. Esta quarta-feira, no twitter, Donald Trump culpou os democratas pela tragédia

Óscar Alberto Martínez Ramírez, de 25 anos, e a filha Valeria, de 21 anos, morreram no passado domingo enquanto tentavam atravessar a fronteira que separa Ciudad Juárez, no México, de El Paso, nos EUA. A imagem dos cadáveres, arrastados pela corrente, captada por Julia Le Duc, da Associated Press, tornou-se viral. Tania, companheira de Óscar e mãe da criança, naturais de El Salvador, conseguiu ser resgatada enquanto perdeu a família a alguns quilómetros da ponte de Matamoros.

Precisamente no mesmo dia em que os corpos foram descobertos, os democratas aprovaram um pacote de quase quatro mil milhões de euros em ajuda humanitária para a fronteira, na Câmara dos Representantes. A verdade é que os fundos não poderão ser usados "nem para rusgas da imigração, nem para camas em centros de detenção, nem para um muro na fronteira”, declarou a presidente do comité de verbas da Casa dos Comuns, Nita Lowey. 

"Os democratas devem mudar as brechas e as leis de asilo para que vidas possam ser salvas na fronteira" partilhou o Presidente dos EUA, Donald Trump, na sua conta oficial do Twitter esta quarta-feira. O republicano rematou também que "[os democratas] Eles dizem que não há uma crise na fronteira, que foi tudo 'manufaturado'. Agora admitem que eu estava certo - mas têm de fazer algo para consertar isto. Consertem as leis AGORA". Ao final do dia, o empresário e político norte-americano chegou mesmo a escrever "Os democratas salvariam muitas vidas se tivessem mudado as nossas perigosas leis de imigração. Isto pode ser feito instantaneamente!".

Também na rede social Twitter, Trump escreveu que "as fronteiras abertas correspondem a violência, drogas e tráfico humano". Recorde-se que o líder norte-americano é apologista de rígidas leis relativas à imigração, entre elas, a construção de um muro ao longo da fronteira EUA-México.