Sociedade

Campolide autoriza condutores a estacionar em passeios. População queixa-se

Várias pessoas partilharam fotografias das novas marcações no chão, que mostram espaço para apenas metade da viatura, para mostrar a sua indignação pela proximidade que os carros apresentam das residências, visto isto poder causar dificuldades e chegar mesmo a impossibilitar uma pessoas com mobilidade reduzida a sair de casa. 


A Junta de Freguesia de Campolide está a permitir temporariamente o estacionamento de carros em passeios, o que tem vindo a gerar polémica nas redes sociais. 

Várias pessoas partilharam fotografias das novas marcações no chão, que mostram espaço para apenas metade da viatura, para mostrar a sua indignação pela proximidade que os carros apresentam das residências,  visto isto poder  causar dificuldades e chegar mesmo a impossibilitar uma pessoas com mobilidade reduzida a sair de casa. 

Fonte da Câmara Municipal de Lisboa (CML) declarou que a situação irá resolver-se nos próximos meses, segundo o Observador, e que o estacionamento nos passeios "foi a solução encontrada".

De acordo com a mesma fonte, está a ser criado um parque de estacionamento em Campolide “exclusivo para residentes” e, enquanto não está pronto, o estacionamento nestes passeios é autorizado. 

Quando questionado sobre as dificuldades que, por exemplo, uma pessoa de cadeira de rodas pode enfrentar com a aplicação desta nova medida, este declara que “as medições foram feitas para permitir a passagem de cadeiras de rodas”. Declara ainda que estão a ser realizadas obras para “requalificar” e “em alguns casos aumentar” os passeios da zona.