Sociedade

Moradores do Prédio Coutinho estão reunidos com autarquia

PSP admite retirada à força

Os últimos moradores do Prédio Coutinho estão reunidos desde o meio da tarde desta sexta-feira, com o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa. A ideia do autarca socialista será convencer os moradores a saírem pela sua própria iniciativa.

A PSP de Viana do Castelo mantém-se ininterruptamente na portaria do Prédio Coutinho desde segunda-feira de manhã cedo, admitindo-se que caso não haja acordo, possam ser retirados à força os cerca de uma dezena de moradores resistentes.

Na manhã desta sexta-feira, o ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, disse que os moradores do prédio Coutinho,  têm de sair do edifício e refere que os “abusados” no processo são os poderes públicos.

O governante relembrou que os moradores perderam em tribunal todas as ações que interpuseram para impedir a demolição do edifício e que esta está prevista há 19 anos. Segundo João Matos Fernandes, os moradores têm “casas à espera deles”.

Recorde-se os trabalhos de demolição do Edifício Jardim, mais conhecido por prédio Coutinho, começaram, pelas 8h30 desta sexta-feira, apesar de ainda haver pessoas dentro do edifício.