Internacional

Criança de 11 anos suicida-se devido a bullying dos colegas

Criança não resistiu aos ferimentos provocados pelo enforcamento

Uma criança de onze anos tentou suicidar-se na sexta-feira passada em Herblay, comuna francesa a a aproximadamente uma hora distância de Paris. De acordo com o jornal Le Parisien, pendurou um lenço na cama e enforcou-se com o mesmo. O pai encontrou-a e contactou os bombeiros que chegaram rapidamente ao local e iniciaram três horas de massagem cardíaca. Quando a conseguiram reanimar, transportaram-na até ao Hospital Robert Debré. A criança viria a morrer dois dias depois, devido aos ferimentos.

Desde o início do ano letivo que a criança se queixava de ser perseguida e vítima de bullying pelos colegas de turma. Estudante no colégio Isabelle-Autissier, havia sido transferida para o Georges-Duhamel no passado mês de março. Contudo, o assédio moral não terminou e os pais denunciaram os factos criminosos às autoridades. Ao Le Parisien, a mãe da menor afirmou que esta sentia “que todos estavam contra ela” e “isolava-se muito” sendo que estava inserida “na pior turma da escola”.

Após mudar de instituição de ensino, acredita-se que não existia nenhuma “situação particular” que a tivesse levado a cometer este ato. No entanto, os antigos colegas, questionados pelo mesmo órgão de comunicação, afirmaram que a mesma era atormentada nas redes sociais acrescentando também que, no dia da tragédia, viram a menina rasgar um caderno e a colocá-lo no lixo antes de apanhar o autocarro para voltar para casa.