Sociedade

Mais de uma tonelada de sardinha apreendida entregue a instituições de solidariedade social

GNR de Matosinhos doou excedentes de fiscalização a uma embarcação piscatória


A Unidade de Controlo Costeiro de Matosinhos doou 1.305 quilos de sardinha a instituições de solidariedade social no norte do país, depois de ter sido considerada apta para consumo. A sardinha foi obtida após se ter procedido à fiscalização de uma embarcação piscatória que excedeu o limite diário de captura.

O mestre da embarcação, um homem de 50 anos, foi identificado e está sujeito a uma multa de até 37.500 euros pela contraordenação em que incorreu. O valor da sardinha apreendida é superior a 9 mil euros.

A GNR destaca, em comunicado enviado ao SOL, a importância da pesca da sardinha para a pesca portuguesa, ressalvando que “o recurso deve ser explorado de modo a garantir, no longo prazo, a sustentabilidade ambiental, económica e social da pescaria, dentro de uma abordagem de precaução, definida com base nos dados científicos disponíveis, procurando-se simultaneamente assegurar os rendimentos da pesca aos seus profissionais”.