Internacional

Princesa Haya Bint al-Hussein quer iniciar luta judicial contra marido

O Ministério das Relações Exteriores defende que se trata de uma "disputa privada"

A sexta esposa do Sheikh Mohammed, primeiro-ministro e vice-Presidente dos Emirados Árabes Unidos, abandonou o marido. Segundo os órgãos de comunicação internacionais, ainda no passado mês de novembro escapou do país com a ajuda de um homem francês. No entanto, foi intercetada por indivíduos armados na costa da Índia e foi obrigada a regressar ao Dubai.

Volvidos sete meses, a princesa Haya da Jordânia desapareceu novamente e gerou-se polémica: está escondida com os dois filhos – Al-Jalila, de 11 anos e Zayed, de sete – numa casa na cidade de Londres. A habituação, sita nos jardins do palácio de Kensington, tem um valor aproximado de 85 milhões de libras, ou seja, mais de 94 milhões de euros.

À BBC, Haya confessou que “descobriu factos perturbadores” acerca da tentativa falhada de Sheikha Latifa, "enteada", relativamente à saída do país. De acordo com o membro da família real, de 45 anos, a princesa de 33 não tem “liberdade de escolha” e foi “sujeita a abusos”. Deste modo, ao perceber aquilo que a própria filha do emir do Dubai estava a viver, decidiu voar até à Alemanha e, posteriormente, mudou-se para o Reino Unido.

Haya prepara-se para iniciar uma batalha judicial no Supremo Tribunal do Reino Unido pois “temeu pela vida” e, agora, pode viver de forma mais tranquila no país onde passou grande parte da infância e adolescência e onde se licenciou em Política, Filosofia e Economia, na Universidade de Oxford. Haya dedica-se a atividades humanitárias e criou a primeira organização não-governamental de assistência humanitária no Médio Oriente, a Tikyet Um Ali.

Sublinhe-se que, a 10 de abril de 2004, a princesa casou com o sheikh e a diferença de 23 anos que os separa não parecia ser um problema. Aliás, ainda há três anos, o homem, que já tinha 21 filhos de outras mulheres, parecia ser verdadeiramente apreciado por Haya. “Sinto-me fascinada com todas as coisas que ele faz. Todos os dias agradeço a Deus por ser tão sortuda e estar perto dele” contou à revista Emirates Woman.