Economia

Porto vai acolher novo El Corte Inglés após chumbo de Rui Rio há 15 anos

Cadeia espanhola tem direito de superfície sobre aquele terreno desde 2000

O projeto do El Corte Inglés na Rotunda da Boavista, no Porto, vai ser retomado. A informação foi avançada, esta quinta-feira, pelo vereador Ricardo Valente, com o pelouro da Economia, Turismo e Comércio.

O vereador adiantou ao Dinheiro Vivo que o “projeto vai avançar em moldes muito interessantes para a cidade”. “Só temos a agradecer e dar as boas vindas ao Corte Inglés”, acrescentou.

Para Ricardo Valente, “não faz sentido ter uma cratera na cidade”. O vereador referia-se assim ao quarteirão da rotunda da Boavista, de que o grupo espanhol fez questão de garantir com a Refer o direito de superfície por 99 anos, apesar do chumbo do projeto pela autarquia do Porto.

Tudo indica que o gigante espanhol retoma assim a ideia de abrir um grande espaço na Rotunda da Boavista, na Invicta, depois de o projeto ter sido chumbado há 15 anos pela Câmara do Porto, presidida à época por Rui Rio.

Apesar do chumbo, o grupo empresarial parece não ter desistido da ideia e há um ano admitiu que continuava "interessado naquela localização", embora não estivesse prevista “a curto prazo” a “construção do novo armazém", citou na altura o Jornal de Notícias.

O mesmo jornal adianta agora que a cadeia espanhola não tinha avançado ainda com a decisão definitiva porque aguardava pelos resultados dos trabalhos de prospeção no subsolo. Queria assim garantir o benefício no local da estação de metro da Linha Rosa.

O El Corte Inglés tem duas superfícies no País, um na Avenida António Augusto Aguiar, em Lisboa, e outro na Avenida da República, em Vila Nova de Gaia.