Sociedade

Detido homem que disparou contra dois militares da GNR em Coimbra

O indivíduo "tem antecedentes criminais relacionados com criminalidade especialmente violenta"

Um indivíduo de 42 anos foi detido na cidade de Sevilha, por elementos da Brigada de Investigação de Homicídios de Sevilha, do Cuerpo Nacional da Policia de Espanha, no passado dia 28 de junho. Em questão estão dois crimes de homicídio qualificado, na forma tentada.

O homem está acusado de ter tentado matar dois militares do Destacamento de Trânsito da GNR de Coimbra, sendo que os factos criminosos ocorreram no passado dia 15 de junho, na zona de Cernache, em Coimbra. De acordo com o site oficial da Polícia Judiciária (PJ), o homem “é cidadão português e tem antecedentes criminais relacionados com criminalidade especialmente violenta, quer em Portugal quer em Espanha”.

Através da Diretoria do Centro e em colaboração com as autoridades espanholas, a PJ localizou, interpelou e deteve o alegado criminoso. Sublinhe-se que, das diligências de recolha de prova realizadas, “resultou a apreensão de relevantes meios de prova referentes aos crimes em questão”, como é possível concluir através da leitura de uma nota publicada pela PJ. Foram desencadeados procedimentos legais como a emissão de Mandado de Detenção Europeu para que o suspeito seja extraditado para Portugal.

Recorde-se que os dois militares ficaram feridos durante uma operação de fiscalização rodoviária, tendo sido atingidos com disparos de arma de fogo. Apesar de terem sido considerados feridos ligeiros, um dos operacionais foi transportado para o hospital devido aos ferimentos provocados pelos estilhaços dos vidros do veículo de patrulha.