Vida

Nicky Minaj vai atuar na Arábia Saudita. Mulheres criticam convite do governo

“Ela vai chegar e abanar o rabo.  as suas músicas são indecentes e sobre sexo e depois dizem-me a mim para usar abaya. Mas o que é isto”

A rapper Nicki Minaj foi contratada para atuar na Arábia Saudita, no festival Jeddah World Fest, um festival sem álcool e drogas, no próximo dia 18. A confirmação da presença da cantora tem vindo a gerar polémica entre a população, especialmente entre as mulheres. 

O governo foi acusado de hipocrisia por parte das mulheres, visto Nicky apresentar uma imagem contraditória à que estes idealizam para o género feminino no país. Grande parte das mulheres presentes no concerto irão estar tapadas na face, nas mãos, nas pernas e Nicky é conhecida pela sua dança provocadora e pela escolha de roupas reduzidas em palco.

“Ela vai chegar e abanar o rabo. As suas músicas são indecentes e sobre sexo e depois dizem-me a mim para usar abaya. Mas o que é isto”, declara uma das mulheres sauditas num vídeo, citado pelo jornal britânico The Guardian.

Segundo a Al Jazeera, a escolha de Nicky vem numa altura que o governo está a tentar mostrar-se mais aberto para com o entretenimento. Nos meses mais recentes, Mariah Carey, Enrique Iglesias atuaram no país.