Internacional

Casal dá a luz dois bebés de outras pessoas e processa clínica de fertilização in vitro

Após os bebés terem nascido, o casal reparou que estes não tinham qualquer tipo de descendência asiática e decidiram fazer um teste de ADN que comprovou que os bebés não tinham nenhum tipo de relação genética nem com os pais nem entre eles.

Um casal asiático abriu um processo contra uma clínica de fertilização da Califórnia depois de a mulher ter dado à luz duas crianças que não eram geneticamente suas.

Depois de anos a tentar engravidar, o casal decidiu apostar na fertilização in vitro, onde gastou mais de 100 mil dólares. Após os bebés terem nascido, o casal reparou que estes não tinham qualquer tipo de descendência asiática e decidiram fazer um teste de ADN que comprovou que os bebés não tinham nenhum tipo de relação genética nem com os pais nem entre eles.

O casal já renunciou à custódia dos bebés para os verdadeiros pais genéticos e já abriu um processo por negligência médica e inflição de sofrimento emocional à clínica em questão.

"O nosso objetivo ao entrar com este processo é obter uma indemnização pelas perdas dos nossos clientes, bem como garantir que esta tragédia não volte a acontecer", conta o advogado do casal, citando a BBC.