Sociedade

Detidos quatro suspeitos de furtar veículos para vender peças

 Os procedimentos eram realizados, antes de janeiro deste ano, em armazéns destinados ao desmantelamento dos veículos roubados

Quatro indivíduos foram acusados dos crimes de associação criminosa, furto qualificado, recetação agravada, falsificação de documento e furto qualificado. As detenções ocorreram na sequência da emissão, pelo Ministério Público e pela PSP, de oito mandados de detenção fora de flagrante delito, dez mandados de busca domiciliária e nove mandados de busca não domiciliária em Sintra, na Amadora, em Mafra, Cascais, Loures, Lisboa e Tomar.

De acordo com uma nota publicada no site oficial da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, os arguidos “criaram um grupo organizado com o intuito de, em conjunto, e com a colaboração de outros indivíduos, planear e executar a subtração de veículos ou de peças de veículos, bem como a aquisição de veículo subtraídos, que depois desmantelavam e vendiam as respetivas peças” sendo que, posteriormente, obtinham uma vantagem patrimonial e dividiam os lucros. Os procedimentos eram realizados, antes de janeiro deste ano, em armazéns destinados ao desmantelamento dos veículos roubados.

Dos quatro arguidos, dois estão sujeitos à medida de coação de prisão preventiva - um com apresentações diárias e o último com termo de identidade e residência.