Sociedade

PSP encontra menina raptada há um ano

A PSP encontrou a menor na casa dos pais biológicos num “esconderijo no quarto, disfarçado por uma parede falsa, preparado propositadamente, ao que tudo indica, para ali ser ocultada”

Uma menina de 13 anos foi salva pelas autoridades na passada terça-feira, depois de ter sido sequestrada pelos seus pais biológicos e mantida num local "sem qualquer tipo de luz e quase sem circulação de ar”.

A menina foi retirada aos pais quando tinha 11 anos por ser vitima de maus-tratos. Acabou por ser institucionalizada e mais tarde adotada por uma família. Em 2018, um ano depois de ser adotada, desapareceu. 

Esta terça-feira, a PSP de Cascais, com o apoio da Unidade Especial de Polícia e do Comando do Porto deteve os pais da criança e encontrou a menor na casa dos pais biológicos num “esconderijo no quarto, disfarçado por uma parede falsa, preparado propositadamente, ao que tudo indica, para ali ser ocultada”, segundo as autoridades, segundo o Notícias ao Minuto. 

A menor não tinha autorização para sair de casa nem para falar com ninguém senão as pessoas que habitavam em casa. As autoridades afirmam que a criança se apresenta “de boa saúde” e está agora aos cuidados da segurança social juntamente com os outros dois menores que viviam com o casal.

Os pais serão presentes a tribunal esta quarta-feira para lhes ser aplicada as respetivas medidas de coação.