Internacional

Violação coletiva gera debate sobre baixar idade de responsabilização na Alemanha

Dos autores do crime, apenas um foi presente a um juiz de instrução e acabou por não ser condenado pela sua idade, apesar de já ter sido acusado por assédio sexual anteriormente, duas vezes.

Uma violação coletiva a uma jovem de 18 anos, em Munique,  pode vir a mudar a legislação alemã. Isto devido ao crime ter sido realizado por cinco adolescentes com idades entre os 12 e os 14 anos e a  Alemanhã não condenar criminalmente menores com uma idade inferior a 14 anos até á data.

Segundo  um porta-voz da polícia alemã, citado pela BBC, a violação envolveu "violência considerável" e ocorreu durante um "tempo prolongado". A jovem foi encontrada num jardim abandonada e levada para o hospital.

Dos autores do crime, apenas um foi presente a um juiz de instrução e acabou por não ser condenado pela sua idade, apesar de já ter sido acusado por assédio sexual anteriormente, duas vezes, o que acabou por gerar polémica entre a população. 

O presidente do sindicato das forças policiais, Rainer Wendt pediu a redução da maioridade penal no país mais uma vez. "Há anos que exigimos que a idade da responsabilidade criminal seja reduzida na Alemanha", afirmou.

Já Jens Gnisa, chefe da Associação Alemã de Juízes é contra e afirma que a lei deve-se manter como está, visto, na sua opinião, a mudança não ter um efeito considerável na atitude dos jovens.