Politica

PS. Carlos César anuncia saída do Parlamento

Presidente do PS não será candidato nas listas para as eleições legislativas de outubro.

O presidente do PS, Carlos César, anunciou esta quarta-feira que não integrará as listas do PS na próxima legislatura.

O anúncio foi feito no jantar do grupo parlamentar socialista, que serviu também para a despedida do líder parlamentar do partido.  Cesár já tinha dado sinais de que pretendia esclarecer o seu futuro enquanto fazia o balanço do Estado da Nação às televisões, após quatro horas de discussão.

O seu nome chegou a ser falado para vir a presidir à Assembleia da República na próxima legislatura, e caso o PS vencesse as eleições. Numa recente entrevista ao Público foi equívoco sobre o seu futuro, limitando-se a dizer que o “secretário-geral é conhecedor das minhas disponibilidades ou da falta delas”.Carlos César referia-se a António Costa, o primeiro-ministro que selou o encerramento do debate do Estado da Nação com um abraço a César.

Carlos César, recorde-se, é presidente do PS, além de líder parlamentar, tendo ganho peso político pelos largos anos em que conduziu os destinos do Governo Regional dos Açores. Na gestão da relação com os parceiros da esquerda, Carlos César teve os discursos mais críticos.

No discurso do jantar do grupo parlamentar, António Costa agradeceu a César.  “A determinação de Carlos César venceu o meu otimismo”, declarou Costa, citado pela RTP, aludindo ao facto de não o ter convencido a manter-se nas listas.