Sociedade

Falsos títulos da reserva federal norte-americana usados em burla

As vítimas entregaram aos supostos criminosos €1 500 000, recebendo os títulos da reserva federal americana no valor de 500 000 000$00 (USD), que se confirmou ser totalmente falso.

Foram constituídos cinco arguidos, pelo Departamento de Investigação e Ação Penal da Procuradoria da República de Braga, num processo de burla qualificada e falsificação. Em causa está um esquema de aquisição de uma empresa francesa: “os arguidos, tendo tomado conhecimento que as vítimas, marido e mulher, pretendiam vender uma empresa sediada em França, de que eram únicos sócios, gizaram um plano para conseguirem vantagens patrimoniais à sua custa” como é possível ler numa nota publicada no site oficial da Procuradoria-Geral Distrital do Porto (PGDP).

De acordo com a mesma publicação, os suspeitos – um deles fez passar-se por advogado – encontraram-se com a vítima, em Braga, e alegaram possuir recursos financeiros e uma fundação nos EUA, bem como afirmaram serem “detentores de títulos da reserva federal norte-americana, no valor de 500.000.000$00 (USD), com que se propunham pagar a aquisição da empresa”.

Assim, em maio de 2012, em França, as vítimas entregaram aos supostos criminosos €1 500 000, recebendo os títulos da reserva federal americana no valor de 500 000 000$00 (USD), pretensamente depositado no Chase Manhattan Bank mas que se confirmou ser totalmente falso.