Vida

“Um dia bem, o outro inchadíssima, um dia magra... E todos dias na televisão com gente a ver”

A apresentadora partilhou um desabafo sobre as mudanças que o seu corpo tem sofrido nos últimos meses, refletindo também acerca das críticas de que tem sido alvo

Aos 41 anos, é um dos nomes mais mediáticos da televisão portuguesa. Após 16 anos na estação de Queluz de Baixo, Cristina Ferreira mudou-se para a SIC no passado mês de janeiro e as suas intervenções no programa que conduz a solo, ‘O Programa da Cristina’, bem como as publicações que divulga nas redes sociais estão habitualmente envoltas em controvérsia.

Nesta segunda-feira, a apresentadora e consultora executiva da direção-geral de entretenimento da estação de Carnaxide partilhou um desabafo sobre as mudanças que o seu corpo tem sofrido nos últimos meses, refletindo também acerca das críticas de que tem sido alvo. Sob o título ‘Tem Dias’, a profissional começou por explicar que nem sempre desabafa no espaço virtual porque os textos serão replicados na imprensa. De seguida, avançou que “ter sucesso implica ganhar mas também perder” e que o seu corpo tem dado sinais de alerta nos últimos tempos.

“Começou devagarinho, a ver se o ouvia, e eu a dizer-lhe que não era nada. Até parar para analisar e perceber. Houve tempos em que inchava de tal maneira que parecia grávida de 5 meses. Por mais restrições alimentares que fizesse não mudava nada” adiantou a antiga apresentadora de formatos como ‘Você na TV!’, ‘Uma Canção Para Ti’ e ‘A Tua Cara Não Me É Estranha’, confessando que através dos resultados das análises que realizou, percebeu que “o stress tem implicações nos níveis de cortisol” e o seu corpo “reage imediatamente”.

“O que é que isso quer dizer: um dia bem, o outro inchadíssima, um dia magra, um dia com mais três quilos, um dia não mostras os braços, no outro as pernas, agora usas um vestido largo para não se ver a barriga, come porque não vale de nada não comeres, vai ao ginásio mas o músculo não fica. E todos dias na televisão com gente a ver” exemplificou Cristina, ilustrando aquilo que lhe acontece no quotidiano bem o que lhe foi recomendado: ansiolíticos e antidepressivos. “Recusei desde o primeiro minuto”, disse aquela que foi eleita Melhor Apresentadora do Ano em variadas ocasiões, como numa votação via Facebook em 2012.

 “Eu gosto muito de mim. Assim ou assado”: para a figura pública, a estratégia para colocar o cansaço de lado tem sido um “encontro” consigo mesma, revelando que “não emagrecer” e “não estar no ponto definido pela sociedade” são pontos que não lhe interessam.