Economia

Turismo continua a abrandar

As receitas aumentaram 6,2%, alcançando os 398,9 milhões de euros.

O número de turistas aumentou em maio, com Portugal a receber 2,6 milhões de hóspedes, mas o ritmo do crescimento continua a abrandar. Os dados foram revelados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). .

Em maio, segundo o INE, a atividade turística continuou em crescimento, "mas com menor intensidade", com o setor do alojamento turístico a registar 2,6 milhões de hóspedes e 6,5 milhões de dormidas em maio de 2019, correspondendo a subidas de 7,7% e 3,9%, respetivamente (10,0% e 10,5% em abril, pela mesma ordem).

As dormidas de residentes, por sua vez, cresceram 8,6% (16,1% em abril) e as de não residentes aumentaram 2,5% (8,5% no mês anterior).

As receitas (proveitos totais) também aumentaram 6,2% (10,1% em abril e 6,7% no período acumulado até maio), alcançando os 398,9 milhões de euros.

Os proveitos de aposento avançaram, por sua vez, 5,9% para 296,7 milhões de euros (contra os crescimentos de 11% em abril e de 6,2% de janeiro a maio).

Em maio de 2019, a estada média (2,51 noites) reduziu-se 3,5% (subindo 1% nos residentes e descendo 5% nos não residentes).

A taxa líquida de ocupação-cama (50,4%) recuou 1,1 pontos percentuais (face ao crescimento de 1,8 pontos percentuais em abril).