Economia

Alcântara. Terminal de contentores com investimento de 122 mihões

Medida faz parte do acordo de renegociação do contrato de concessão

A administração do Porto de Lisboa e a Liscont, empresa concessionária do terminal de contentores, assinaram hoje um acordo, no âmbito da renegociação do contrato de concessão, que prevê um investimento nesta infraestrutura de 122 milhões de euros.

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, e Robert Yildrim, dono da Yilport, grupo turco que detém a Liscont, estiveram na cerimónia de assinatura do contrato de concessão, cujo prazo foi reduzido de 2042 para 31 de dezembro de 2038.

O investimento neste terminal será feito apenas com recurso a capitais privados, ao abrigo do contrato de concessão - uma parte (mais de 44 milhões de euros) vai ser aplicada já nos próximos dois anos. Segundo uma nota de imprensa do Ministério do Mar, três quartos do investimento, ou seja, 93,5 milhões de euros, serão aplicados na compra e instalação de equipamentos, “destacando-se a aquisição de dois novos pórticos de cais e seis novos pórticos de parque, para além de investimentos direcionados para a formação, segurança e certificação das operações”.

O acordo prevê também a intervenção em infraestruturas já existentes num valor de 16,5 milhões de euros. Está prevista também a aquisição e implementação de uma infraestrutura tecnológica, num total de dois milhões de euros.

“O avultado investimento total de 122 milhões de euros assegurará não só a imprescindível modernização do terminal de contentores de Alcântara como também uma forte redução de emissões de CO2 na sua operação, não só através da transferência modal que potencia (nomeadamente do modo rodoviário para os modos ferroviário e fluvial), mas também devido à aquisição de novos equipamentos mais eficientes, permitindo uma maior fluidez nas operações e uma interação positiva com a envolvente citadina onde o terminal está inserido”, refere o Ministério do Mar.

O terminal de Alcântara movimenta atualmente mais de 40% do total da carga contentorizada manuseada no porto de Lisboa. O grupo turco Yilport tem 19 terminais espalhados pelo mundo - em Portugal operam em Lisboa, Figueira da Foz, Leixões, Aveiro e Setúbal.