Sociedade

Lei de Bases das Saúde. Grão mestre do GOL na AR

Fernando Lima, grão mestre do Grande Oriente Lusitano (GOL), vai estar na sexta-feira na primeira fila das galerias da Assembleia da República para assistir à aprovação da nova Lei da Bases da Saúde.

Com este gesto simbólico, Fernando Lima pretende vincar o empenho da Maçonaria nas questões da Saúde e particularmente no Serviço Nacional de Saúde (SNS), cujo pai era o conhecido maçon, socialista e republicano, António Arnaut.

O GOL chegou a tomar posição pública ainda muito recentemente em defesa do SNS.

A nova Lei de Bases da Saúde vai ser aprovada na última sessão plenária da legislatura, na próxima sexta-feria, depois de PS, PCP e BE terem chegado a acordo.

O texto final da lei omite a referência à possibilidade de gestão privada dos hospitais públicos, relegando para um segundo momento a regulamentação sobre as polémicas parcerias público-privadas (PPP), desta forma viabilizando um entendimento à esquerda e ultrapassando uma das reservas antecipadas pelo Presidente da República (a quem cabe a promulgação ou veto do diploma), uma vez que Marcelo Rebelo de Sousa já disse publicamente que uma lei de bases não devia excluir em absoluto tal possibilidade.