Sociedade

Ossadas humanas descobertas em estaleiro em Santa Maria da Feira

“Viram os detritos de restos de madeira e pelo cheiro desconfiaram que se passava alguma coisa”

Funcionários da Junta de Freguesia de S. Paio de Oleiros, em Santa Maria da Feira, estavam limpar um dos estaleiros da autarquia quando fizeram uma descoberta macabra, esta terça-feira.

Foram encontrados restos de urnas e de ossadas humanas, sendo que esta madrugada descobriram mais um saco com fragmentos de restos mortais.

O caso já está a ser investigado pela GNR de Lamas e pela Polícia Judiciária. 

O presidente da Junta de Freguesia, Maximino Costa, disse ao Jornal de Notícias, que "foi quase de certeza absoluta limpeza de algum cemitério", mas não quer fazer grandes comentários sobre a descoberta, pois já "está em fase de investigação".

O autarca afirmou ainda que alguém "rebentou uma parte da vedação e depositou lá os restos de madeira de caixão e um saquito que tinha alguns detritos [ossos]".

Maximino Costa contou que foram os próprios trabalhadores que o avisaram e que depois foi ele que chamou a GNR.

"Os funcionários chegaram lá e viram os detritos de restos de madeira e pelo cheiro desconfiaram que se passava alguma coisa. Ligaram-me depois a avisar", disse, explicando ainda: “Tive que espoletar o assunto, porque acaba por ser um caso que tinha que ser acompanhado pelas autoridades".