Internacional

"Baby Shark" utilizada para impedir sem-abrigo de dormir em parque nos EUA

As autoridades tentaram várias iniciativas para expulsar os sem-abrigo mas sempre em vão. Agora, às dez da noite, começam a passar as músicas infantis nos altifalantes e não param até ao dia seguinte. 

Algumas das músicas favoritas dos mais pequenos estão a ser utilizadas nos EUA para expulsar os sem-abrigo de certos locais. "Baby Shark" e "Raning Tacos" sãs usadas pelas autoridades de West Palm Beach, na Flórida, para impedir os sem-abrigo de dormir no Lake Pavilion e no Great Lawn, locais muito conhecidos e visitados na região, segundo o Washington Post. 

As autoridades tentaram anteriormente várias iniciativas para expulsar os sem-abrigo mas sempre em vão. Agora, às dez da noite, começam a passar as músicas infantis nos altifalantes e não param até ao dia seguinte, o que tem tido algum efeito no número de pessoas que escolhe pernoitar nos locais.

Keith James, autarca de West Palm Beach, afirma que a medida está a ter resultados e que não há necessidade de ocupar estes espaços para pernoitar, visto o município oferecer recursos para ajudar as pessoas a voltarem a entrar no mercado de trabalho e a tratar problemas de saúde.  

"Acho bom que esta história esteja a atrair tanta atenção, porque espero que isso abra uma conversa mais ampla, uma discussão nacional, na verdade, sobre a situação dos sem-abrigo em todo o país", acrescentou James. 

Illaya Champion, um dos sem-abrigo que continua a dormir no parque, contou ao jornal local, Palm Beach Post que necessita de um local para se abrigar da chuva e do frio e diz considerar a iniciativa "errada".