Sociedade

Bombeiro de Elite. Um em cada quatro participantes tem nacionalidade estrangeira

A prova internacional Bombeiro de Elite terá mais novidades em 10 de agosto, durante a sua apresentação, sabendo-se já a dois meses da sua realização, que um quarto do total de participantes será de nacionalidade estrangeira, o que reforçará a componente mundial da competição, a decorrer no Bom Jesus, Património Mundial da Humanidade da UNESCO.

Com a organização da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais, a terceira edição da prova Bombeiro de Elite, a realizar a 28 de setembro, um sábado, de manhã, é a maior iniciativa do género a nível nacional, a terceira em termos mundiais e a primeira que terá lugar num local eleito Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, o Bom Jesus.

A competição consiste na subida do Escadório do Bom Jesus do Monte, com mais de 25 quilos de equipamento de proteção individual, constituído por fardamento de combate a incêndios urbanos, visando percorrer 615 metros, no escadório em pedra que tem desnível positivo de 116 metros, num total de 566 degraus, sendo revelou a organização do evento.

Todos os participantes terão que envergar o Equipamento de Proteção Individual (EPI) completo, incluindo as botas de fogo e Aparelho Respiratório Isolante de Circuito Aberto (ARICA), no menor tempo possível, a fim de apurar os vencedores, nos escalões etários.

A prova conta com a colaboração da Câmara Municipal de Braga, da ADN / Organização de Eventos Desportivos, Confraria do Bom Jesus e Companhia de Bombeiros Sapadores de Braga, isto para além de outras entidades e de muitas empresas prestigiadas que já se associaram a este evento, que tem vindo a assinalar mais quantidade e melhor qualidade.