Sociedade

Homicida de Lousada matou empregado por desconfiar de relação com ex-mulher

Mulher também foi atingida


O homem, de 26 anos, que esta terça-feira foi morto a tiro de uma caçadeira, em Lousada, era empregado do alegado homicida.

Segundo o Jornal de Notícias, o suspeito era proprietário de uma padaria e estava desconfiado de que a ex-companheira, que trabalhava no mesmo estabelecimento, tinha um relacionamento com a vítima.

De acordo com o mesmo jornal, o homem, de 31 anos, esperou por ambos na rua na manhã desta terça-feira. No momento em que estes regressavam de uma distribuição de pão, o suspeito disparou sobre a ex-mulher, que conseguiu fugir. Posteriormente, retirou o empregado da carrinha e disparou um tiro que viria a ser fatal.

O homem entregou-se no posto da GNR da Lixa.

A mulher, que ficou com ferimentos ligeiros, foi transportada para o hospital Padre Américo, em Penafiel.